Dezembro/2014

Coredes esperam interlocução com governo

Processo de participação popular foi incorporado à Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional

Lívia Araújo -  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Uma das medidas de reestruturação das secretarias de Estado, que reduziu em um terço o número de pastas para a gestão do governador eleito José Ivo Sartori  (PMDB), foi a extinção da secretaria  de Planejamento e Participação  Cidadã (Seplag). Em seu lugar, foi  criada a Secretaria de Planejamento  e Desenvolvimento Regional,  cujo titular será Cristiano Tatsch  (PMDB), atual secretário municipal  de Urbanismo de Porto Alegre.

O texto aprovado pela Assembleia  Legislativa, na segunda-feira, mantém no escopo da nova  secretaria os Conselhos Regionais  de Desenvolvimento (Coredes),  responsáveis pela formulação de  políticas locais por meio de discussões  com a comunidade e divididos  em 28 regionais. A definição  sanou parte da dúvida dos integrantes  do colegiado, que chegaram  a cogitar que passasse à responsabilidade  da Secretaria-Geral  de Governo. De acordo com o presidente  dos Coredes, Hugo Chimenes,  Sartori atendeu à demanda  de que o colegiado permanecesse  com a pasta de Planejamento. “Por  isso, não acreditamos em nenhuma  alteração. O que pode mudar  são os interlocutores, mas como  tínhamos um canal direto com o  secretário João Motta (atual titular  da pasta), esperamos que esse diálogo continue”, vislumbra. Apesar da troca de informações ocorrida durante o processo de transição entre as equipes de governo de Tarso Genro (PT) e Sartori, Motta e Tatsch ainda não se reuniram para a prestação oficial de contas.

Informações Adicionais