julho/2015

Corede Noroeste Colonial abre formalmente o processo da Consulta Popular 2015-2016

O Corede Noroeste Colonial desencadeia formalmente o processo da Consulta Popular 2015-2016 com a realização da Audiência Pública Regional convocada para a tarde desta terça-feira, dia 21 de julho, às 14 horas, no Salão de Atos da UNIJUI.

 

Neste ato, será realizada uma exposição da realidade financeira e orçamentária do Estado por representantes do Governo do Estado, e  a visão do Corede sobre o desenvolvimento da região com base no seu plano estratégico. Para além disso, será constituída a Comissão Regional que tem por finalidade coordenar o processo na região, bem como organizar as assembleias municipais e definir os encaminhamentos necessários para o bom andamento do processo.

Fórum dos Coredes decide pela realização da Consulta Popular 2015-2016

consultaPopular marca205O Fórum dos Coredes anunciou na última semana a manutenção do processo de Consulta Popular para o orçamento de 2016. Mesmo com os valores bem aquém da expectativa os presidentes dos Coredes decidiram manter o processo para que a sociedade possa manifestar-se sobre quais as prioridades de cada município que o governo deverá investir.

O cronograma de execução determina o inicio do processo com as Audiências Públicas Regional ainda nesta semana para a definição das Coordenaçõe Regionais, definição das áreas prioritárias e organização das assembleias municipais.

Neste ano o governo colocou à disposição da Consulta Popular R$ 60.000.000,00, sendo R$ 20.000.000,00 destinados à Secretaria de Saúde, R$ 20.000.000,00 à Secretaria de Educação e R$ 20.000.000,00 às demais secretarias. No rateio do valor total entre os 28 Coredes, o Corede Noroeste Colonial foi contemplado com recursos na ordem de R$ 1.096.815,00.

Para dar inicio ao processo na região Noroeste Colonial, o presidente Prof. Sérgio Allebrandt convocou a Assembleia Geral do Corede, delegados eleitos na Consulta Popular de 2014 e lideranças da região para a Audiência Pública a ser realizada no dia 21 de julho de 2015, as 14 horas no Salão de Atos da UNIJUI.

Quinze anos de esforços produziram maior movimento antipobreza da história

 

PNUDNovo relatório da ONU avalia implementação mundial dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) produziram o movimento antipobreza de maior sucesso da história, que servirá de ponto de partida para a nova agenda de desenvolvimento sustentável que deve ser adotada neste ano, afirma o último balanço dos ODM, lançado nesta segunda-feira (06) pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

“Após ganhos profundos e consistentes, agora sabemos que a extrema pobreza pode ser erradicada dentro de uma geração”, disse Ban Ki-moon.

“Os ODM têm contribuído grandemente para esse progresso e nos ensinaram como os governos, empresas e sociedade civil podem trabalhar juntos para conseguir avanços transformacionais”.

Leia Mais: 

http://www.pnud.org.br/Noticia.aspx?id=4108

Informações Adicionais